sexta-feira, 14 de abril de 2017


[RESENHA] Um Motivo pra Sorrir

Livro: Um Motivo pra Sorrir
Autora: Bruna Longobucco
Independente – 288 páginas
4,5 estrelas no Skoob

Bianca é uma jovem de 18 anos que não consegue conviver bem com a sua família. Mimada e voluntariosa, ela não entende por que suas características físicas são diferentes das de sua família e porque sua mãe parece gostar mais de sua irmã, Bruna. Tudo se torna ainda pior para Bianca quando seus pais resolvem deixar Belo Horizonte e residir em um sítio na zona rural da cidade de Rurália e ela é obrigada a acompanhá-los, pois depende financeiramente dos pais, não tem um emprego, nem faz faculdade na capital. 
 
Ao contrário de Bianca que se considera uma moça urbana e não consegue se imaginar vivendo no campo, Leandro ama a fazenda que herdou do avô e não apenas a administra, como também trabalha como peão, criando cavalos para montar um haras, plantando café, cana de açúcar e fabricando cachaça. Seu conhecimento acerca dos cavalos, faz com que Paulo, pai de Bianca, o contrate por algum tempo para passar sua expertise, pois Paulo pretende tornar-se criador de cavalos. É num de seus dias de trabalho no sítio de Paulo que Leandro conhece Bianca e a atração entre ambos é imediata; mas, se ela não tem um gênio fácil, ele também não e aí se inicia uma linda, mas explosiva, história de amor.

Através da história de Bianca e Leandro, Bruna Longobucco nos leva às belas paisagens do interior de Minas Gerais e nos mostra um pouco da cultura daquele estado, o que eu achei maravilhoso, pois adoro livros cujas histórias se passem no Brasil. As descrições tanto do sítio dos pais de Bianca, quanto da fazenda do Laço que pertence a Leandro, trouxeram-me boas recordações das vezes em que visitei Minas Gerais em minha infância; pois, apesar de eu ser baiana, meu pai era mineiro e íamos visitar nossa família mineira. As caminhadas de Bianca pelo sítio ou fazenda sempre me lembravam uma caminhada que dei com meu irmão e minha prima Maria na fazenda de uma de minhas tias paternas e isso foi muito prazeroso para mim. Mas a história de Bruna vai além das belas paisagens.


À medida que avançamos na leitura, acompanhamos o amadurecimento e o crescimento pessoal de vários personagens, em especial de Bianca, Leandro e Maria, a mãe de Bianca, o que eu acho muito interessante de se ver nos livros. Eu gosto muito quando os personagens, ao longo de uma história, aprendem com seus erros e se tornam pessoas melhores; pois eu acho que é isso que devemos fazer ao longo da vida: nos empenharmos cada vez mais em nos tornarmos pessoas melhores. Outra coisa que eu achei interessante e instiga a reflexão foi a abordagem quanto à corrupção na política, tema muito relevante na conjuntura atual em que os escândalos de corrupção em várias esferas governamentais têm vindo à tona, demonstrando a necessidade de uma profunda reforma política neste país.

Em suma, com uma escrita fluida, Bruna Longobucco aborda vários temas atuais como amadurecimento pessoal, família, relação mãe e filha e política, permeados pelas lindas paisagens rurais do estado de Minas Gerais, trazendo à baila um romance leve, engraçado, mas também emocionante.
 
Um Motivo pra Sorrir é uma boa pedida para quem gosta de romances leves e divertidos, mas que também instigam a reflexão do leitor. Recomendo!
E você? Já leu? O que achou?
Compre Um Motivo pra Sorrir e os outros livros de Bruna Longobucco clicando aqui.

Abraços,
<3 Diana Scarpine

2 comentários:

  1. Adorei a resenha! E já quero ler "Entrelace"!

    ResponderExcluir
  2. Fico muito feliz que tenha gostado da resenha, Bruna! Eu também vou ler outros livros seus.

    Abraço,
    Diana Scarpine.

    ResponderExcluir